SOBRE
Um pouco sobre a empresa

SOBRE A JMP

O INÍCIO

Tudo começou no final do ano de 2017, meio por acaso, quando desenvolvi a primeira mesa de alumínio com resistores cerâmicos, após a decepção de 15 minutos para aquecimento até 110 graus de uma mesa MK2 de má qualidade.

Montei e usei a primeira mesa por alguns dias e, inesperadamente, alguém mais se interessou, surgiu aí o primeiro cliente. Os primeiros resultados e testes com as mesas foram impressionantes, tempo de aquecimento até 110 graus em 6 minutos em uma mesa de 300x300mm. Algumas semanas depois saí com a semente de uma ideia: A fabricação de mesas aquecidas para impressoras 3D.

Nos primeiros meses de 2018 comecei a fabricação das mesas aquecidas, o método era totalmente artesanal mas para a baixa demanda que havia, era o suficiente.

No início do segundo semestre de 2018 alguns lotes de mesas desenvolvidas para 127v deram problema, o que me fez querer desistir do projeto. Nesse ponto nem todas estavam funcionando como o esperado. Em meio a críticas de algumas poucas pessoas que nem mesmo eram clientes, o projeto quase parou, mas os longos dias e noites sem dormir e a ansiedade constante que me acompanhava acabaram sendo compensados. Corrigi os erros e tudo voltou ao normal. Logo as vendas superaram a capacidade de produção artesanal e tive que rever o modo de fabricação.

Foi então que cogitei a ideia de fabricar mesas em PCB, estilo mk2 chinesa, mas com melhorias. De início perdi muito material tentando fazer uma mesa que aquecesse até 110 graus em 5 minutos. Os cálculos de resistências, feitos por softwares de cálculos automáticos, não foram precisos e não funcionaram na prática, tive que ir pela tentativa e erro até chegar em alguns resultados consideráveis, o que já me deixou muito satisfeito, mas eu esperava melhorar muito mais estes resultados.

O aquecimento dos novos modelos foi bastante eficiente. Ainda assim, estava longe do resultado esperado. Visivelmente a qualidade estética da minha mesa estava longe de chegar aos pés de uma MK2 chinesa.

Em setembro de 2018 os resultados não estavam suprindo nem a demanda e nem a qualidade necessária para atender grandes volumes.

Precisei, então, de uma linha de produção para larga escala. Aumentei a equipe e fiz novas parcerias. Em curto espaço de tempo conseguimos atender a demanda com a qualidade esperada. Hoje contamos com uma equipe de profissionais singulares e de áreas diversificadas que se complementam, formando a JMP.

Nos últimos 3 meses de 2018 as mesas JMP se tornaram um excelente produto, com alguns recursos excepcionais que não são encontrados em outras mesas, como por exemplo, o baixo tempo de aquecimento.

Sempre acreditamos neste projeto e nos comprometemos a entregar o produto que prometemos, e assim, conseguimos cumprir todas as metas e cada compromisso. Nos esforçamos continuamente para entregar o melhor possível e melhorar ainda mais os produtos.

Quando lançamos algum projeto com a descrição BETA, estamos cientes, assim como os clientes precisam estar, de que podem ocorrer problemas. Sempre fazemos todo o possível para resolvê-los. Nos novos modelos nunca houveram relatos negativos, muito pelo contrário, quando ocorreram problemas com as betas nos prontificamos a trocar o produto imediatamente. Temos como política o melhor atendimento, e para isso, temos que dar atenção especial aos clientes, em todos os aspectos.

2019

No início de 2019 abrimos nova possibilidade para a produção diferenciada, o cliente pode gravar sua marca nas mesas e fazemos as mesas aquecidas de acordo com o projeto de cada cliente.

O ano de 2019 foi um dos mais difíceis para nós. Abrimos a possibilidade de as empresas fazerem seus logos nas mesas, mas tivemos muitos problemas: Logo dando problema, um sócio que deu um calote, fazendo com que procurássemos outro fornecedor para fabricação das mesas. Sim, isso mesmo. Fabricação. A JMP montou parcerias, e uma delas foi encontrar empresas para fabricar mesas em linha de produção em escala industrial. Conseguimos um sócio que fabricava, e da noite para o dia a empresa dele simplesmente faliu. Ficamos na mão com muitas mesas para fazer em questão de dias. Foram muitos os dias que pensamos em simplesmente abandonar a ideia de fazer mesas para impressoras 3D. Mas como dizem: O que não nos mata, nos fortalece, não é mesmo?

Conseguimos, então, outra empresa para fazer as mesas. Mas a durabilidade estava sendo um problema. Fizemos testes e conversamos com mais de 20 empresas brasileiras para fechar parcerias. Foi muito difícil conseguir alguém que fabricasse os tamanhos, com os materiais e a qualidade que necessitávamos. Conseguimos parcerias com duas empresas que hoje são nossas fornecedoras. Por garantia duas, se uma eventualmente falhar temos outra em paralelo. Isso nos dá uma segurança gigantesca com o comprometimento de entrega ao cliente. Essa foi uma das maiores mudanças na empresa. Um ano difícil, de muito aprendizado, muitas perdas de dinheiro em projetos, mas muito bom no final.

2020

Em 2019 trabalhamos com testes e versões betas de mesas, hoje em nosso site vendemos somente modelos estáveis, que já foram muito testadas antes, não existe mais versão beta. O que comprou funcionou, simples assim. Hoje temos no mercado 12 tamanhos de mesas aquecidas de 165mm até 520mm.

No último ano conseguimos atender clientes do Brasil e Argentina com as mesas personalizadas. No Brasil fabricamos mesas personalizadas para grande parte dos fabricantes de impressoras, podendo incluir logo da empresa e fazer mesa na tensão e tamanho necessários para sua impressora 3D. Isso faz com que nosso nicho de mercado favoreça muito nossos clientes, pois ele pode vender um produto com sua marca nele, quem não iria querer isso na sua impressora, não é mesmo?

Assim como 2019 foi um ano turbulento, 2020 (de janeiro até agora) está sendo a melhor época para nós da JMP. Foi o período que mais evoluímos como empresa, mais do que toda nossa trajetória até aqui. Me sinto realizado com as mesas. Claro que a cada dia tem evolução nos modelos, mas daqui pra frente nas mesas não haverá mais tantas mudanças como tivemos até agora.

Hoje temos nossos modelos padrões estáveis, todos testados e aprovados por 99.5% dos clientes. Isso significa que a cada 100 mesas vendidas, menos do que 0.5% gera algum tipo de problema ou reclamação. Isso foi muito difícil de conseguir. No início, principalmente quando houve as mudanças de modelos esse número, as vezes, chegava a mais de 30%.

Como empresa, esses 3 anos foram muito difíceis, mas os últimos meses colhemos os resultados e vitórias que preparamos desde o início.

Hoje vejo que tudo vai muito bem e que tudo vai dar certo com um bom futuro para a JMP. Nesse período, tive que simplesmente aprender a administrar a empresa nos erros e acertos. Venho de uma família pobre, não tive pais, irmãos ou amigos que me ensinassem como administrar uma empresa. Aprendi que não é só fazer um produto e vender. Comecei a fabricar mesas em uma sala de chão de 2x2M, cortando chapa de alumínio na mão e colando resistores.

Acredito que para tudo evoluir, primeiro temos que ter sinceridade. Se algo der errado, temos que admitir. Segundo, a cada dia temos que pensar o que vamos fazer de novo. O que vamos mudar, melhorar, crescer. Hoje no Brasil, as mesas estão quase em sua qualidade máxima. A tecnologia que temos no país, já utilizamos. Para evoluir mais, temos que: Ou ter mais tecnologia (china) ou colocar mais tecnologia no Brasil. Por esse motivo uma das ideias é fabricar as mesas dentro da china, mas é só uma ideia, afinal temos algo fabricado 100% no Brasil, e talvez queiramos manter isso.

PRÓXIMOS PASSOS

Agora, por ter um produto que deu certo, vamos para outro. Portanto, estamos preparando uma linha de produção de impressoras 3d. De certa forma, vamos bater de frente com muitas empresas na qual fornecemos mesas. Mas como comentei anteriormente, tudo é evolução. Ao fabricar mesas, vi empresas que não atualizam seus modelos há pelo menos 3 anos. Empresas que fabricam impressoras com placas controladoras que são de 10 anos atrás. Essas empresas, ou se atualizam ou vão “morrer no tempo”.

Eu, Jair, já fabrico impressoras há alguns anos, alguns modelos de testes, afinal, uma impressora não é uma mesa que chega no cliente, e se der problema simplesmente envio outro. Impressora é algo delicado, que deve funcionar perfeitamente. É isso que procurei fazer desde 2014. Desde lá, foram muitos testes, hoje chegamos a esse modelo da foto abaixo. Esse modelo é fabricado e vendido por mim Jair, ainda não está em nosso site devido a demanda que tenho no “offline” e o site estar em reformulação.

AGRADECIMENTOS

Eu, Jair, fundador da JMP, gostaria de agradecer às várias pessoas pela ajuda ao longo desse caminho. Primeiramente, ao Alain Mounette que me ajudou a desenvolver o primeiro modelo que fiz com alumínio e resistor. Ao Tiago Sampaio que me ajudou em vários cálculos com as mesas de resistor em 127V e em demais projetos de forma geral. Ao Fernando Polastrini que me acompanhou no projeto das mesas em PCB e sempre se prontificou para tirar as minhas dúvidas, como engenheiro elétrico e um grande amigo. E tantas outras parcerias que tive e tenho nesse ramo.

ATENDIMENTO

  • WhatsApp
  • E-mail
  • Cidade

(49) 9.9823-9765

São Miguel do Oeste - SC.

Atendimento de Segunda a Sexta das 08h00 às 18h00

FORMAS DE PAGAMENTO

©2020 por JMP Store.